Foi durante um protesto pacífico que decorria este sábado que Cabul, capital afegã, sofreu um atentado terrorista reivindicado pelo Estado Islâmico. Das explosões resultaram 61 mortos e 207 feridos