O antigo presidente do Brasil foi libertado esta sexta-feira da prisão, em Curitiba, depois de uma decisão do Supremo Tribunal Federal. Lula da Silva estava detido desde o dia 7 de abril de 2018, depois de ter sido condenado por corrupção, no caso Lava-Jato. Como a condenação surgiu em segunda instância, o tribunal decidiu indeferir a decisão.