Um ex-guarda do campo de concentração de Auschwitz, na Polónia, começou a ser julgado esta quinta-feira na Alemanha. Reinhold Hanning, tem 94 anos e está acusado de ser cúmplice na morte de 170 mil pessoas.