O hospital de campanha instalado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, fechou. Os três últimos doentes tiveram alta e cerca de 20 foram transferidos para outras unidades hospitalares. Apesar de a pandemia não dar sinal de abrandamento no Brasil, a redução da procura permitiu encerrar as instalações, para júbilo dos profissionais de saúde que aplaudiram e soltaram balões no último dia.