Gritou pela Síria e esfaqueou três pessoas no Metro de Londres. Foi detido, depois de atingido por uma pistola taser da polícia britânica