A onda de calor que na semana passada quebrou recordes de alta temperatura em cinco países europeus está agora sobre a Groenlândia. As imagens de 1 de agosto de 2019, mostram que as temperaturas estão a acelerar o derretimento da camada de gelo da ilha dinamarquesa e a criar grandes rios de água derretida que desaguam em buracos moulin que vertem para o oceano por debaixo do gelo. A Gronelândia, a maior ilha do mundo, é um território dinamarquês semiautónomo entre os oceanos Atlântico e Ártico, com 82% de sua superfície coberta de gelo. A cientista climática Ruth Mottran, do Instituto Meteorológico da Dinamarca, disse que a área da camada de gelo da Gronelândia que está a mostrar mais sinais de degelo “está a crescer diariamente e atingiu este ano um recorde de 56,5% na quarta-feira.