Milhares de manifestantes reuniram-se na noite de sábado perto do antigo palácio real de Banguecoque para exigir a renúncia do primeiro-ministro e uma reforma da monarquia, sendo este último um assunto tabu na Tailândia. Os manifestantes mantiveram três dedos erguidos (um sinal de desafio que contempla três exigências dos manifestantes: novas eleições, alterações à constituição e o fim das perseguições). Uma nova marcha está prevista para domingo, no centro da capital.