O tufão Hagibis, possivelmente o pior em seis décadas, já provocou pelo menos 26 mortos, 170 feridos e 17 desaparecidos. O governo japonês mobilizou 27 mil membros do exército para os trabalhos de socorro. O Hagibis tocou na terra ontem pouco antes das 19:00 horas locais (13:00 horas em Lisboa) e, cerca de duas horas depois, chegou à capital japonesa com rajadas de vento até 200 quilómetros por hora. Mais de sete milhões de pessoas foram aconselhadas a abandonar as suas casas e quase 300 mil ficaram sem eletricidade