O "elefante mais solitário do mundo" está prestes a perder a sua alcunha e deverá viajar para o Cambodia, onde será acolhido num santuário de animais, revelou a associação internacional Quatro Patas.