O autor argentino Quino, célebre por ter criado a contestatária personagem de banda desenhada Mafalda, morreu esta quarta-feira, em Mendoza, na Argentina, aos 88 anos, revelou a agência Efe. Mas ficou célebre por uma personagem que se tornou numa das mais improváveis comentadoras políticas da actualidade, Mafalda, que surgiu pela primeira vez em 1964.