Num tempo em que o contacto físico é limitado pela pandemia, um hospital na periferia do Rio de Janeiro lançou "A Hora do Abraço".