André Ventura discursou durante um simbólico cordão humano à volta do Banco de Portugal, em Lisboa, apresentando um projeto de lei "para impedir fugas em casos de alta criminalidade económico-financeira".