Enquanto os Estados Unidos estão a ferro e fogo por causa da morte de George Floyd, várias cidades europeias solidarizaram-se com os manifestantes norte-americanos.