O Conselho de Ministros reuniu-se esta quinta-feira e constatou que o défice de 2,7% para este ano não será cumprido, sendo necessárias medidas de implementação adicionais para tirar Portugal do Procedimento por Défices Excessivos.