Miguel Pinto entregou a carrinha com que trabalha para reparação, numa oficina ao lado de casa, em setembro de 2019. Luta, desde então, para que o mecânico lhe devolva o veículo.