A direção do Agrupamento de Escolas João Araújo Correia, em Peso da Régua, abriu um “processo de inquérito” para averiguar “factos” que envolveram um aluno e um professor daquele estabelecimento de ensino, avançou esta quarta-feira o Ministério da Educação.