Cerca de uma centena de elementos da PSP e GNR concentraram-se na Praça do Comércio, em Lisboa, para exigir um subsídio de risco “digno e justo”, enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais se reúnem com o Governo.