A GNR iniciou às 09:00 deste sábado a operação “Fátima em casa”, que se prolongará até quarta-feira. O objetivo é impedir o acesso de peregrinos ao santuário, que irá estar encerrado durante as celebrações religiosas de 12 e 13 de maio