Mais de 300 pessoas homenagearam, ao final da tarde de hoje, em Lisboa, o ator Bruno Candé, que morreu baleado no último sábado, e exigiram medidas proativas para combater o racismo, um problema que “vem de há muitos séculos”.