Tem apenas sete anos, mas uma experiência de vida que impressiona todos os que com ela se cruzam: a doença crónica, e grave, com que foi diagnosticada há pouco mais de um ano, prende Margarida a um tubo de oxigénio, 24 horas por dia. Através do Facebook, a criança partilha vários dos momentos do seu dia-a-dia.