Os técnicos de emergência pré-hospitalar estão nesta sexta-feira em greve e realizam uma concentração em frente às instalações do Instituto Nacional de Emergência Médica para exigir a revisão da carreira e melhores condições de trabalho