As oito pessoas que vão substituir funcionárias do lar de Vila Real são da Cruz Vermelha e do Exército. Duas profissionais de geriatria e uma enfermeira integram a equipa.