Um pessoa morreu e pelo menos 144 ficaram feridas quarta-feira, em Caracas, quando a Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) e a Polícia Nacional Bolivariana reprimiram uma manifestação contra Maduro