A luta pela defesa destes animais faz parte da campanha “San Fermin sin sangre”, que também conta com uma petição que já reúne mais de 150.000 assinaturas