Desde inícios de abril que os venezuelanos não saem das ruas. Um protestam contra e outros defendem Nicolás Maduro.