Os protestos tiveram lugar, na segunda-feira, frente à comissão eleitoral. Por uma eleição livre e justa, a IEBC [comissão eleitoral] tem de ser afastada”, era uma das frases mais ouvidas. O Quénia vive uma crise política desde 2007.