Grupos de migrantes que tentam chegar ao Reino Unido envolveram-se esta quinta-feira em confrontos com agentes da polícia durante o desmantelamento de um acampamento em Calais, norte de França, dos quais resultaram pelo menos 18 feridos, segundo as autoridades.

“Agentes da polícia e da guarda enfrentaram, no âmbito de uma operação de evacuação, uma centena de migrantes que manifestaram grande agressividade e se recusaram a abandonar o local”, refere a autarquia de Pas-de-Calais num comunicado citado pela AFP.

De acordo com a mesma fonte, “as forças da ordem foram alvo de inúmeros projéteis” e “cerca de 15 agentes ficaram feridos”.

Segundo um elemento da rede de Observadores dos Direitos Humanos (HRO, sigla em inglês), em declarações à AFP, “pelo menos três pessoas exiladas ficaram feridas e foram transportadas para o hospital”.

Durante os desmantelamentos recorrentes, “geralmente as pessoas são autorizadas a levarem os seus pertences”, mas esta quinta-feira de manhã “as forças da ordem ordenaram aos ‘agentes de limpeza’ que apreendessem tudo”, contou.

Centenas de migrantes na costa norte de França

Iniciou-se uma rixa “entre as pessoas exiladas, que atiraram pedras, e as forças da ordem, que utilizaram gás lacrimogénio e armas de controlo de multidões”, explicou.

Centenas de migrantes estão na costa norte de França, incluindo várias famílias, à espera de passar para o Reino Unido.

Tendo em conta o bloqueio cada vez maior dos acessos aos ‘ferries’ e ao Eurotúnel, as tentativas de atravessamento por mar aumentaram significamente desde o final de 2018, mas alguns migrantes, sobretudo os pais pobres, continuam a tentar fazer a passagem entrando em camiões.

O acampamento desmantelado esta quinta-feira, que acolhia sobretudo cidadãos africanos, estava localizado perto de um local onde os migrantes tentam regularmente entrar em veículos pesados de mercadorias.

/ BMA