Um advogado do responsável pela liquidação dos bens do gestor norte-americano Bernard Madoff, acusado de uma fraude de 64,8 mil milhões de dólares, anunciou que os fundos recuperados já superam os mil milhões de dólares.

O advogado David Sheenan afirmou que foram localizados 75 milhões de dólares numa conta bancária em Gibraltar, elevando assim o valor recuperado para mais de mil milhões de dólares, escreve a AP.

David Sheenan falou aos jornalistas após uma audiência num tribunal civil em que o liquidatário dos bens do gestor requereu uma procuração para obter poder sobre as operações internacionais de Bernard Madoff.

O gestor e ex-presidente da bolsa de valores Nasdaq está em prisão efectiva há cerca de duas semanas, após declarar-se culpado de todas as acusações, que incluem branqueamento de capitais, fraude e falsificação de documentos, enfrentando agora a possibilidade de ser condenado a até 150 anos de prisão, quando no próximo dia 16 de Junho for decretada a sentença.