O Presidente norte-americano afirmou esta quarta-feira, em Londres, que o mundo está a viver a pior crise económica desde a Segunda Guerra Mundial, mas que há um «enorme consenso» sobre o que tem de ser feito nesta matéria, refere a Lusa.

Barack Obama chegou esta quarta-feira à residência oficial do primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, no número 10 de Downing Street em Londres, para um encontro que antecede a cimeira dos líderes dos 20 países mais industrializados e emergentes (G20).

Na conferência de imprensa conjunta no final do encontro, o Presidente norte-americano referiu que todas os países têm a responsabilidade de trabalhar em conjunto para ultrapassar a crise económica.

«Só podemos enfrentar esta crise em conjunto», disse Obama, que advertiu contra o proteccionismo e outros erros que ajudaram a desenvolver a Grande Depressão, nas décadas de 1920-30.
Redação / LF