Um tiroteio entre dois grupos rivais de traficantes fez dois mortos nas imediações do hotel Hyatt Ziva, em Puerto Morelos, perto de Cancún.

Segundo as autoridades mexicanas, cerca de 15 homens armados invadiram uma praia, matando um presumível traficante de droga. A segunda vítima mortal, de acordo com o jornal mexicano Reforma, citando fonte policial, terá procurado refúgio num quarto de hotel, mas foi abatido a tiro.

No Twitter, a procuradoria do estado de Quintana Roo confirmou as duas mortes, e adiantou que não se registou qualquer ferido grave.

Em imagens que se tornaram virais, é possível ver muitos turistas aglomerados na entrada do hotel Hyatt Ziva. De acordo com Mike Sington, executivo da NBC, que estava presente no local, alguns hóspedes asseguram que viram atiradores a abrir fogo enquanto entravam na praia.

Este incidente acontece duas semanas após outro tiroteio entre traficantes ter vitimado duas pessoas na cidade-resort de Tulum, a cerca de 100 quilómetros de Puerto Morelos.

De acordo com o jornal The Guardian, há pelo menos quatro cartéis que lutam pela distribuição de cocaína sul-americana na região e pelo controlo do mercado local de venda de droga.

Pedro Falardo