«No termo do mandato que me confiastes, terá chegado para mim o momento de vos servir de outra forma. Não pedirei o vosso voto para um novo mandato», afirmou Jacques Chirac, numa declaração solene ao país, em que pediu aos franceses para «nunca aceitarem o extremismo», avança o «Diário Digital».

Depois de 12 anos no Eliseu, as últimas sondagens indicavam que mais de três quartos dos franceses não gostariam de ver Jacques Chirac recandidatar-se em Abril (com segunda volta prevista para Maio).
Redação / CPS