Foi detetada a presença de Legionella na Escola Artística António Arroio. A informação foi avançada pela direção da escola, num esclarecimento publicado no Facebook, onde também assegura que a presença da bactéria não é "motivo para alarme".

A Legionella foi detetada num bebedouro exterior, "junto ao campo de jogos", que foi "imediatamente desligado e interditado" ao uso.

Aliás, não teve praticamente utilização desde a sua montagem, por se encontrar no espaço ainda em intervenção”, pode ler-se.

Rui Madeira, presidente da direção da escola, assegura que foram tomadas “as devidas providências” para “tranquilizar a comunidade”.

Mais nenhum local de abastecimento tem qualquer problema, neste particular”, garante.

LEIA TAMBÉM:

TAXA DE ABANDONO ESCOLAR PRECOCE VOLTA A ATINGIR MÍNIMOS HISTÓRICOS

SETE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS APÓS INGERIREM VENENO PARA RATOS EM ESCOLA DE GAIA

Pedro Falardo