Li esta notícia e senti-me revoltada. Como se não bastasse a injustiça dos homens! Morreu a pessoa errada. Lamento a morte deste homem, ao serviço de uma causa humanitária. Que descanse em paz!Desejo muita força nesta hora aos seus familiares e a todos os bombeiros seus companheiros, e as rápidas melhoras do ferido.
Portugal Diário / Maria Silva