Os especialistas apontavam para uma subida ligeira de preços, mas foram surpreendidos por aquela que é a primeira queda em oito meses.

O relatório governamental mostra que as descidas dos preços na gasolina, roupa e transportes.

Excluindo produtos mais voláteis, como alimentos e energia, os preços subiram 0,1%.



A desaceleração do consumo, que cresceu no segundo trimestre ao ritmo mais baixo dos últimos três anos, desencoraja as empresas a elevar preços, mesmo que os custos com energia e combustíveis estejam a aumentar.

Em media, os preços nos EUA já subiram 4,1% este ano face ao ano passado.
Paula Martins