Entre os sobreviventes que esta sexta-feira foram retirados dos escombros do Hotel Rigopiano, em Itália, estão a mulher e os filhos de Giampiero Parete, que, na quinta-feira, lamentava o desaparecimento da família inteira. A informação foi avançada pelas equipas de resgate.

Procurem a minha filha. Ela está na sala ao lado”, pediu a mulher aos elementos da equipa de resgate, quando era retirada dos escombros, bem como o filho de oito anos.

 

Assim que nos viram, ficaram muito felizes e sem palavras. Nos olhos deles, podíamos ver as felicidade por nos verem”, conta Marco Bini, vice-sargento do Serviço de Resgate em Montanha da Guardia di Finanza, citado pelo jornal La Reppublica.

A filha de seis anos seria encontrada horas depois. Era uma das três crianças resgatadas e que integrava o o grupo de dez sobreviventes da avalanche que destruiu o Hotel Rigopiano, em Pescara, Itália, localizado pelas autoridades.

O Hotel Rigopiano, na base da montanha de Gran Sasso, em Farindola, foi atingido por uma avalanche na quarta-feira à noite, depois de vários sismos de magnitude superior a 5 graus na escala de Richter terem sacudido o país no espaço de uma hora.

Parte do edifício colapsou e a outra parte ficou soterrada pela neve. Pelo menos 20 clientes estavam hospedados no hotel. Contando também com os funcionários, as autoridades acreditam que estavam mais de 30 pessoas no Rigopiano.