Foi descoberta uma nova espécie de crocodilo na Austrália. Quando o crânio do animal foi descoberto, em 2009, os cientistas consideraram que pertencia à extinta espécie Baru. No entanto, com mais investigação, foi possível perceber que se trata de uma nova espécie, à qual será dada nome no próximo ano.

Adam Yates, curador sénior de Ciências da Terra no Museu e Galeria de Arte do Território do Norte, disse que o crânio foi de longe o melhor espécime de crocodilo Baru já encontrado.

Isto fala-nos sobre uma nova espécie que não sabíamos que estava a habitar a Austrália central. É de algum modo surpreendente imaginar que a Austrália central tivesse rios para sustentar os crocodilos", refere o curador.

Adam Yates explica que, embora se soubesse que o género Baru andava por esta parte do país há muitos milhões de anos, o antigo crânio descoberto em Alcoota era de "uma espécie não descrita de crocodilo. Pertence a uma espécie a que ainda não foi dada um nome científico”.

O curador acrescentou ainda que “é distintamente diferente de seus parentes mais próximos: é o membro mais robusto da espécie Baru, tem dentes particularmente grandes, o que faz com que tenha um menor número de dentes.”

O Baru integra uma exposição no Museu e Galeria de Arte do Território do Norte. A nova espécie foi mencionada pela primeira vez no ABC News. Apesar de o crânio de 2009 não fazer parte da exposição, existe, em exibição, um esqueleto do crocodilo reconstruído e impresso em 3D.

 
Redação