A alemã Ursula Von Der Leyen já é a nova presidente da Comissão Europeia. Esta dirigente conseguiu ser eleita apenas com 9 votos a mais do que os necessários, após um longo período de negociação com as principais cores do Parlamento Europeu e na 2.ª feira já se sentia que os eurodeputados tinham mais argumentos para votar a favor da sua eleição sendo que muitos quiseram ainda esperar pelo discurso em plenário da ainda ministra da Defesa alemã para tomar uma decisão final. Umas das principais medidas que já apresentou a sucessora de Juncker foi que pretende ter um conjunto de comissários com paridade de género, onde pelo menos 50% serão mulheres. Para já este é um problema para os que estão pois na maioria são homens.

Dezasseis anos e oito fases finais depois, Portugal sagrou-se, de novo, campeão do Mundo de Hóquei em patins e este tema mereceu o segundo lugar nos destaques da passada semana. O último jogo, contra a Argentina, não foi fácil mas a nossa seleção acabou por vencer por 2-1, depois de ter eliminado a Itália e a Espanha, nossos tradicionais rivais. Ângelo Girão, o nosso guarda-redes, foi um herói pois garantiu, em grande parte, a história que fica para as próximas gerações, numa exibição de luxo que já repetira nos jogos anteriores neste extraordinário percurso até à final.

Mesmo em época de falar muito sobre coisa nenhuma, a famosa “silly season”, o futebol garante o terceiro lugar nos destaques noticiosos da passada semana, mesmo com poucos jogos. São as movimentações de jogadores e os preparativos para a próxima temporada que alimentam as notícias. Neste campo, refira-se ainda que Casillas deixa mesmo os relvados e passa ao staff diretivo da equipa de futebol do FC Porto, dizem “enquanto recupera do problema de saúde”. A seguradora do clube ajudará a pagar o ordenado de dois milhões de euros por ano.

Todos nos lembramos ainda das longas filas junto às estações de serviço não há muito tempo atrás. Foi em Abril, quando passamos a conhecer um Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas. Aí, uma greve de apenas três dias quase parou o país e despoletou uma corrida desesperada para abastecimento das nossas viaturas. Na passada semana, estes motoristas de matérias perigosas entregaram pré-aviso de greve para 12 de agosto. O agora bem conhecido SNMMP entende que o aumento pretendido e há muito discutido devia ser de cerca de 300 euros em 2020 e mais 200 euros em 2021 e 2022. A contraproposta da ANTRAM é de um aumento de cerca de 300 euros apenas para 2020. O Sindicato Independente também já entregou o pré-aviso. Este é um tema que terá, certamente, próximos capítulos.

De muitos outros temas se falou durante a passada semana. Há, todavia, um que não existiu e será, com toda a certeza, tema desta que agora se inicia. Os incêndios. Voltaram, em larga escala. Incendeiam as florestas que ainda subsistem em Portugal, levam casas, pertences de uma vida, deixam feridos. Ainda não deixaram mortos. Ainda. Os erros são repetidos, tal como este contexto embora Eduardo Cabrita garanta que, desta vez, o SIRESP não teve falhas. Há, mais uma vez, indícios de mão criminosa. E há outra diferença: os políticos não poderão estar no centro das operações. Temo que, na próxima semana, este seja novamente O tema...

 

Ficha técnica:

O Barómetro de Notícias é desenvolvido pelo Laboratório de Ciências de Comunicação do ISCTE-IUL como produto do Projeto Jornalismo e Sociedade e em associação com o Observatório Europeu de Jornalismo. É coordenado por Gustavo Cardoso, Décio Telo, Miguel Crespo e Ana Pinto Martinho e a codificação das notícias é realizada por Carla Mendonça com o apoio de Leonor Cardoso. Apoios: IPPS-IUL, Jornalismo@ISCTE-IUL, e-TELENEWS MediaMonitor / Marktest 2015, fundações Gulbenkian, FLAD e EDP, Mestrado Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação, LUSA e OberCom.

Análise de conteúdo realizada a partir de uma amostra semanal de aproximadamente 413 notícias destacadas diariamente em 17 órgãos de comunicação social generalistas. São analisadas as 4 notícias mais destacadas nas primeiras páginas da Imprensa (CM, PÚBLICO, JN e DN), as 3 primeiras notícias nos noticiários da TSF, RR e Antena 1 das 8 horas, as 4 primeiras notícias nos jornais das 20 horas nas estações de TV generalistas (RTP1, SIC, TVI e CMTV) e as 3 notícias mais destacadas nas páginas online de 6 órgãos de comunicação social generalistas selecionados com base nas audiências de Internet e diversidade editorial (amostra revista anualmente). Atualmente fazem parte da amostra as páginas de Internet do PÚBLICO, Expresso, Observador, TVI24, SIC Notícias e JN.