São já seis as pessoas que morreram na sequência de um surto de covid-19 identificado num prédio do bairro de Santutxu, na cidade espanhola de Bilbau.

Segundo os responsáveis de saúde do País Basco, o número de casos detetados é superior a 30, sendo que destes, vários estão hospitalizados. A última morte, que foi reportada esta segunda-feira pelas autoridades do País Basco, é um homem de 88 anos que vivia no quarto piso do edifício.

Na mesma casa estão também infetados a mulher da vítima, um dos filhos e dois netos.

A conselheira de Saúde do País Basco, Sagardui Goikoetxea, afirma que as autoridades atuaram com a máxima rapidez para controlar este surto. Apesar disso, a responsável reconheceu ao El País que "nem sempre é possível chegar a tempo".

Este foco de contágio foi identificado a 25 de janeiro, duas semanas depois de se ter registado o primeiro caso positivo. A testagem em massa acabou por resultar em 33 diagnósticos positivos, confirmados entre os residentes do prédio e os seus contactos próximos.

Algumas das mortes ocorreram ainda antes da confirmação do surto, como foi o caso de uma mulher de 85 anos, que vivia no nono andar. O filho desta mulher acabaria por morrer dois dias mais tarde.

António Guimarães