Rui Moreira vai a julgamento no processo Selminho para responder pelo crime de prevaricação nos "exatos termos da acusação".

O presidente da Câmara Municipal do Porto é acusado de favorecer a imobiliária da família, da qual era sócio, em detrimento do município.

Rui Rio aproveitou o momento para tecer críticas ao autarca e prejudicial para Portugal um autarca acabar por se ver obrigado a "sair pela porta de trás" da Câmara Municipal do Porto.

Às críticas sociais-democratas Rui Moreira responde com um discurso do próprio líder do PSD, feito no dia 17 de junho de 2019.

Temos todos relativamente a qualquer português, quer esteja na política ou não, que respeitar o princípio da presunção de inocência. Respeitando este princípio, temos de aguardar não pelos julgamentos populares, mas pelos julgamentos nos tribunais. Infelizmente, esses julgamentos arrastam-se por anos e a pessoa vai sendo queimada em lume brando. Houve uma altura, quando era presidente da Câmara Municipal do Porto, que todos os vereadores com pelouro estavam constituídos arguidos, eu e todos os outros, cada pela sua coisa. Se fosse a dar valor a isso nem sequer me metia na política”, responde Rui Moreira a Rio.

O comentador da TVI24 confessa que não entendo o que fez com que Rio alterasse o seu discurso e questiona: “O que é que fez o dr. Rui Rio mudar de opinião".

Rui Moreira teoriza que o líder do PSD tem um "problema relacionado com as eleições autárquicas" e que acredita que "desta forma consegue afastar adversários e dessa forma conquistar esses lugares”.
 

Aquilo que [Rui Rio] tanto apregoou, que é o banho de ética, é uma coisa que só serve para alguns e não para todos”, diz o autarca do Porto.

Rui Moreira ainda não anunciou se se vai recandidatar à Câmara Municipal do Porto, nas próximas eleições autárquicas, mas garante que não será o Caso Selminho não o vai afastar da ida às urnas.

O atual autarca da invicta adianta ainda que só vai anunciar uma eventual recandidatura “lá para o fim do mês ou meados de junho”.

Ainda assim, Rui Moreira não esconde o que sente por estar envolvido na acusação do Caso Selminho: “Ninguém gosta de estar nesta circunstância”. Acusando ainda o Ministério Público, que demorou "quatro anos" para o "acusar de uma coisa que já o tinha acusado lá atrás e da qual tinha sido ilibado”.

Causa-me estranheza que este tenha sido um processo que manchou a eleição há quatro anos, depois o assunto foi arquivado e, subitamente, o tema começa novamente a borbulhar e surge uma acusação que coincide com o calendário eleitoral. Isso causa-me e causa a muitas pessoas perplexidade, mas não estou aqui a fazer-me de vítima”, explica Rui Moreira.

Rui Moreira classifica ainda como "jogos florais entre o PSD e PS" as aproximações a António Costa, verbalizadas por Rui Rio. O comentador da TVI24 acrescenta ainda que "houve um tempo em que aquilo que o líder social-democrata queria ser, provavelmente, era ministro das finanças do governo do Partido Socialista. Como não conseguiu agora anda ali numa guerra com o dr. António Costa”.

Moreira lembra ainda que sempre que alguém decide candidatar-se a alguma eleição "o povo deve saber o que pesa sobre nós", lembrando que, em 2013, antes das autárquicas fez "questão de dizer que era um transplantado e tinha problemas de saúde”.

Nuno Mandeiro