A polícia da Austrália anunciou esta quinta-feira ter desmantelado uma rede de cocaína e apreendido 1,1 toneladas daquela droga, numa operação conjunta com o Taiti.

De acordo com a polícia, 600 quilogramas de cocaína foram intercetados pela marinha francesa ao largo do Taiti, 500 em Sydney no dia de Natal e 32 quilogramas de heroína nas Fiji, todos destinados ao mercado australiano.

“A dimensão global da apreensão – 1,1 toneladas – faz com que seja a maior apreensão de cocaína na história da aplicação da lei da Austrália”, afirmou Chris Sheehan, da polícia australiana.

O valor de mercado da cocaína, expedida da América do Sul para o Pacífico Sul, foi estimado em 360 milhões de dólares australianos (248,2 milhões de euros).

"O sindicato criminoso que desmantelamos nos últimos dias era robusto, resiliente e determinado", disse o mesmo responsável.

A investigação começou há mais de dois anos na sequência de uma denúncia.

A operação culminou na detenção de 14 australianos e um neozelandês, com idades entre os 29 e os 63 anos.