O Aeroporto Internacional de Roma, também conhecido como Aeroporto Fiumicino (FCO), foi o primeiro aeroporto do mundo a ser distinguido com a "Classificação 5 Estrelas para a covid-19", atribuída pela Skytrax, uma empresa britânica especialista em assuntos relacionados com a indústria da aviação.

Por norma, a Skytrax distingue anualmente os melhores aeroportos do mundo. Este ano, devido à pandemia, a organização decidiu analisar a segurança dos aeroportos em relação à covid-19, analisando a eficácia dos procedimentos relacionados com a higienização e os protocolos de manutenção.

Na sua avaliação, a Skytrax nota que o mais famoso aeroporto italiano tem, desde o dia 1 de setembro, um centro de testes para a covid-19 em parceria com a Cruz Vermelha italiana.

O aeroporto tem também uma sinalização de fácil leitura em vários idiomas, regras rigorosas quanto à utilização de máscara e uma equipa de limpeza ativa e eficiente.

O presidente da câmara de Fiumicino congratulou-se com esta notícia,numa mensagem no Facebook, destacando a ideia de que este é agora o "aeroporto mais seguro do mundo”.

"I viaggiatori che vogliono volare di nuovo dovrebbero considerare l'Italia come la loro prossima destinazione. L'...

Publicado por Esterino Montino em  Terça-feira, 15 de setembro de 2020

Até ao momento, só foram avaliados aeroportos europeus e apenas o de Fiumicino recebeu a classificação máxima, de cinco estrelas.

Classificado com três estrelas foi o Aeroporto de Málaga, em Espanha, o Aeroporto Internacional de Nice, França, e o Aeroporto de Heathrow, Inglaterra.

Segundo a Skytrax, para um aeroporto ser distinguido com uma classificação de cinco estrelas este precisa de ter "padrões muito elevados de limpeza do aeroporto e procedimentos de manutenção". A classificação mínima que pode ser atribuída são duas estrelas, o que significa que os protocolos anti-covid do aeroporto "precisam de ser corrigidos".

Redação / MS