Os habitantes da cidade de Denver, Colorado, enfrentaram dias de extremo calor durante o fim de semana e, no feriado do Dia do Trabalhador, na última segunda-feira, viram as temperaturas elevadas do dia, descer drasticamente durante a noite.

O calor deu lugar à chuva, que por sua vez se transformou em neve, acompanhada de ventos fortes.

Os termómetros registaram 34 graus por volta do meio dia e, a partir das 17:00, a temperatura baixou até alcançar zero graus na madrugada de terça-feira.

O fenómeno invulgar, causado pela combinação de uma baixa pressão no Oeste do Colorado e uma alta pressão estacionada em Montana, teve um efeito positivo. Veio ajudar os bombeiros a combater o extenso incêndio de Cameron Peak. A neve no local chegou aos 30 centímetros de altura.

A onda de frio repentina e a neve de setembro vieram poucos dias depois de temperaturas anormalmente altas que estabeleceram recordes em toda a região. O aviso de tempestade de inverno para as zonas de montanha dura até esta quarta-feira.

Redação / MS