Um surto de covid-19 detetado na fábrica da Paladin, na zona industrial da Golegã, obrigou esta terça-feira ao fecho da empresa para testagem dos funcionários.

Ao que a TVI24 conseguiu apurar junto de fonte da empresa, os dois primeiros casos de infeção foram detetados na sexta-feira, tendo entretanto sido confimados mais nove, ou seja, no total são 11 os funcionários infetados. Existem ainda 256 em fase de testes e 51 casos negativos. 

A administração decidiu encerrar a empresa por precaução, mas também para realizar os trabalhos de desinfeção do espaço.

Em comunicado, a Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo esclarece que foi informada do surto e que já determinou medidas.  

Como é habitual, a autoridade de saúde local determinou as medidas de Saúde Pública adequadas à situação tendo em consideração as orientações da DGS, nomeadamente a desinfeção do edifício, testagem, confinamento dos casos positivos e isolamento profilático dos casos suspeitos", lê-se no documento. 

A TVI24 sabe ainda que os funcionários estavam, na sua maioria, sem sintomas e que pertenciam a vários departamentos.

A fábrica da famosa marca de temperos alberga 348 trabalhadores, sendo o maior empregador do concelho. Dada a sua dimensão, e a testagem em massa que está a ser feita, é provável que o números de casos de infeção por covid-19 venha a subir nos próximos dias. 

Cláudia Évora António Pereira Gonçalves / Notícia atualizada às 13:32