A polícia de Zurique, na Suíça, anunciou em comunicado que deteve um homem de nacionalidade brasileira, de 39 anos, que é suspeito de ter assassinado o português encontrado morto num quarto de hotel na passada sexta-feira.

A polícia cantonal informa na nota que o suspeito foi detido na noite de sábado, tendo sido identificado na sequência da investigação das autoridades, que contou com a colaboração do Instituto de Medicina Legal. 

O suspeito foi preso no seu local de residência e a motivação do crime "está a ser objeto de investigação", refere o comunicado.

O português foi encontrado morto na sexta-feira, ao início da tarde, num quarto de hotel em Zurique, na zona de Albisrieden. De acordo com o Jornal da Madeira, a vítima foi identificada como Ricardo Ferreira, cabeleireiro madeirense conhecido por ter famosos entre os clientes, nomeadamente Cristiano Ronaldo. 

Segundo a imprensa suíça, Ricardo Ferreira foi encontrado morto por uma funcionária da limpeza do hotel, com sinais de grande violência. O quarto estaria cheio de sangue e sentia-se um cheiro intenso a álcool.

Fonte da secretaria de Estado das Comunidades disse no sábado à TVI que se confirmava a morte de um cidadão português que vivia na Suíça. Os serviços consulares portugueses em Zurique estão a acompanhar a ocorrência e em contacto com a polícia cantonal.