O Conselho de Administração da Media Capital aprovou, esta sexta-feira, o nome de Luís Cabral para CEO do Grupo. O atual administrador executivo da Media Capital Rádios sucede a Rosa Cullell, que se encontrava no cargo desde 2011.

Luís Cabral mantém uma ligação com a Media Capital há vários anos, tendo ingressado nas empresas antecessoras do grupo em 1989. Desde 2009, é Administrador Executivo da Media Capital Rádios.

“É com enorme sentido de responsabilidade que assumo esta liderança. Aceito o repto com a convicção de que temos todas as ferramentas para enfrentar com sucesso os desafios que temos pela frente”, adianta Luís Cabral.

A escolha para a sucessão demonstra a aposta no talento interno da Media Capital. Além disso, trata-se de uma mudança que foi preparada ao longo do último ano e que assegura uma transformação que tem vindo a ser desenhada tanto nos conteúdos de televisão como dos conteúdos digitais, e que será agora concretizada.

“Agradeço a confiança que me foi depositada pelo Grupo PRISA, ao qual continuarei ligada, e agradeço em especial o empenho e a amizade de toda a equipa da Media Capital que me acompanhou durante o caminho. A solidez financeira, o talento criativo e a total independência da nossa informação dão-me a total confiança de que o grupo Media Capital vai ser protagonista e líder na transformação do mercado audiovisual português”, frisou Rosa Cullell. 

No segundo trimestre de 2019, a Media Capital regista uma boa performance comercial que, associada ao controlo de custos, se traduz numa margem de EBITDA próxima de 30%, valor em linha com os anos anteriores.

A empresa continua a registar um desempenho muito positivo de cash flow que lhe permite reduzir o endividamento líquido de forma sólida (apenas 80,9M), continuando a ser, de longe, a melhor referência entre os grupos de média nacionais cotados.

“Agradecemos à Rosa Cullell todos estes anos de trabalho e dedicação à Media Capital e que se traduziram num longo período de liderança nos vários segmentos, aliados a um percurso financeiro sólido e sustentável. A empresa está hoje preparada para enfrentar os desafios presentes e futuros, agora sob a liderança de Luís Cabral, que está connosco há vários anos e no qual temos uma elevada confiança”, conclui Manuel Mirat, CEO da Prisa.

Adicionalmente foram designados como membros do Conselho de Administração da Media Capital Pedro García Guillén e Xavier Pujol Tobeña, na sequência da renúncia de Miguel Paes do Amaral e António Pires de Lima. No seguimento destas alterações Manuel Mirat assume o cargo de Presidente do Conselho de Administração da Media Capital.

 
 
COMUNICADO DA MEDIA CAPITAL NA ÍNTEGRA
 

MUDANÇAS NO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

 

Luís Cabral sucede a Rosa Cullell na liderança da Media Capital

 

Luís Cabral sucede a Rosa Cullell na liderança da Media Capital depois de vários anos ligado ao grupo.

Sucessão interna foi preparada ao longo dos últimos meses.

Media Capital fechou primeiro trimestre com receitas de publicidade em alta e diminuição acentuada da dívida líquida.

Manuel Mirat assume o cargo de Presidente do Conselho de Administração.

 

O Conselho de Administração da Media Capital aprovou, esta sexta-feira, o nome de Luís Cabral para CEO do Grupo. O atual administrador executivo da Media Capital Rádios sucede a Rosa Cullell, que se encontrava no cargo desde 2011.

Luís Cabral mantém uma ligação com a Media Capital há vários anos, tendo ingressado nas empresas antecessoras do grupo em 1989. Desde 2009, é Administrador Executivo da Media Capital Rádios.

“É com enorme sentido de responsabilidade que assumo esta liderança. Aceito o repto com a convicção de que temos todas as ferramentas para enfrentar com sucesso os desafios que temos pela frente”, adianta Luís Cabral.

A escolha para a sucessão demonstra a aposta no talento interno da Media Capital. Além disso, trata-se de uma mudança que foi preparada ao longo do último ano e que assegura uma transformação que tem vindo a ser desenhada tanto nos conteúdos de televisão como dos conteúdos digitais, e que será agora concretizada.

“Agradeço a confiança que me foi depositada pelo Grupo PRISA, ao qual continuarei ligada, e agradeço em especial o empenho e a amizade de toda a equipa da Media Capital que me acompanhou durante o caminho. A solidez financeira, o talento criativo e a total independência da nossa informação dão-me a total confiança de que o grupo Media Capital vai ser protagonista e líder na transformação do mercado audiovisual português”, frisou Rosa Cullell. 

No segundo trimestre de 2019, a Media Capital regista uma boa performance comercial que, associada ao controlo de custos, se traduz numa margem de EBITDA próxima de 30%, valor em linha com os anos anteriores. A empresa continua a registar um desempenho muito positivo de cash flow que lhe permite reduzir o endividamento líquido de forma sólida (apenas 80,9M) , continuando a ser, de longe, a melhor referência entre os Grupos de média nacionais cotados.

“Agradecemos à Rosa Cullell todos estes anos de trabalho e dedicação à Media Capital e que se traduziram num longo período de liderança nos vários segmentos, aliados a um percurso financeiro sólido e sustentável. A empresa está hoje preparada para enfrentar os desafios presentes e futuros, agora sob a liderança de Luís Cabral, que está connosco há vários anos e no qual temos uma elevada confiança”, conclui Manuel Mirat, CEO da Prisa.

Adicionalmente foram designados como membros do Conselho de Administração da Media Capital Pedro García Guillén e Xavier Pujol Tobeña, na sequência da renúncia de Miguel Pais do Amaral e António Pires de Lima. No seguimento destas alterações Manuel Mirat assume o cargo de Presidente do Conselho de Administração da Media Capital.