Um cliente indignado com a t-shirt anti-racista de um funcionário de um restaurante foi obrigado a apagar a crítica no Facebook depois de o incidente se tornar viral.

Alguém criticou a minha t-shirt favorita na nossa página de Facebook e agora já não a posso usar mais”, disse Bryan, funcionário do restaurante norte-americano The Chowder House.

Na publicação, o funcionário mostrou uma fotografia da peça de roupa que incluía a mensagem: “Hi. Don’t be a racist. Thanks.” (Olá. Não sejas racista. Obrigado). 

Na crítica feita pelo cliente, entretanto apagada da página do Facebook, lê-se: “Gostei muito da comida e do serviço, mas isto é um negócio e, como cliente, prefiro não ter as ideologias dos vossos clientes coladas numa t-shirt”.

 

 

 

Esta t-shirt não é profissional e, por causa disso, foi a última vez que visitei o vosso estabelecimento. Boa sorte com a vossa campanha de justiça social”, termina o comentário.

Como a publicação do cliente recebeu mais de 100 mil gostos, Bryan pensou que estava metido em problemas. No entanto, ao falar com os patrões, percebeu que a chefia estava na realidade incrédula com o comportamento do cliente e insistiu para que Bryan continuasse a usar a roupa sempre que quisesse.

No Twitter, Bryan sublinhou ainda que os patrões já encomendaram várias t-shirts iguais para que todos os funcionários possam ter uma igual.