O Gil Vicente empatou (1-1) com o Moreirense, naquele que foi o último teste da pré-temporada dos gilistas. A equipa de Barcelos esteve melhor na primeira parte, enquanto os de Moreira de Cónegos mandaram na segunda. Os galos apresentaram uma equipa que estará perto daquela que irá iniciar a época. Samuel marcou para os barcelenses, no primeiro tempo, e Fábio Abreu chegou ao empate, já na segunda parte.

O Gil Vicente entrou melhor na partida e marcou cedo. Samuel entrou na área pela direta, puxou para o pé esquerdo e rematou cruzado para o golo. A formação orientada por Vítor Oliveira fazia circular bem o esférico, com constantes variações de flanco, e ia confundindo a defesa de Moreira de Cónegos.

O Moreirense aos poucos foi-se restabelecendo do golo madrugador e pegando no jogo. Contudo, só de bola parada conseguia criar perigo. No jogo aéreo, os cónegos levavam quase sempre vantagem e foi assim que estiveram perto de marcar. Nênê ganhou nas alturas e obrigou Bruno Ferreira a fazer uma espetacular defesa. Na resposta, Samuel disparou de fora da área para boa intervenção de Pasinato. 

O intervalo foi bom conselheiro para o Moreirense, que entrou a pressionar alto, não deixando os de Barcelos pensar o jogo. A pressão acabou por dar frutos à passagem do minuto 59. Pedro Nuno tirou um cruzamento com conta, peso e medida para Fábio Abreu fazer o tento do empate. Até ao final, destaque para mais uma boa defesa de Pasinato a parar uma cabeçada de Kraev, o mais recente reforto gilista.

Nuno Dantas