Pedro Ribeiro, treinador do Penafiel, em declarações na sala de imprensa do Estádio 25 de Abril, após o empate sem golos frente ao Estoril, em jogo da 31.ª da II Liga:

«Foi um excelente jogo de II Liga. As duas equipas têm excelentes intervenientes e apresentaram estratégias diferentes. Em termos gerais foi um jogo bem disputado, mas tenho de ser honesto: o Penafiel foi superior ao Estoril, mas sentiu dificuldades. 

Com uma ou outra oportunidade de golo na primeira parte para ambas as equipas. Na segunda parte as melhores oportunidades pertenceram ao Penafiel. Em termos estratégias controlámos aquilo em que o Estoril é forte: a primeira fase de construção através dos centrais e do Gamboa. Deixámos o Estoril intranquilo ao ponto de praticamente só ter jogado de forma direta na segunda parte. 

De vários jogos que vi, fomos das equipas que mais lhes fez isso e incluo equipas da Liga. Foi um excelente jogo da minha equipa, mas não estamos satisfeitos com o empate. Queríamos a vitória, o que seria justo.

A equipa tem sido sempre cumpridora do que definimos em termos estratégicos às vezes com mais competência, outras vezes com menos. Os jogadores foram totalmente cumpridores da estratégia definida e tiveram muita qualidade na execução. Faltou um pouco de clareza na última ação para conseguirmos traduzir em golos as recuperações de bola que tivemos e as inúmeras bolas paradas que conquistámos. 

A equipa teve muita personalidade e interpretou muito bem os diversos momentos do jogo e nunca permitiu que o adversário controlasse o jogo. O empate sabe a pouco. Mas tenho humildade de reconhecer que o jogo poderia cair para qualquer lado. Além de uma excelente equipa e de ter excelentes jogadores, o Estoril está numa fase em que tem tranquilidade na forma como está no jogo. Este jogo foi equilibrado, mas com ascendente da equipa do Penafiel. Por isso, o empate sabe a pouco.»

 

Vítor Maia / Estádio 25 de Abril, Penafiel