A taxa de desemprego em Portugal foi de 7,9% no terceiro trimestre do ano, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Este valor é superior ao observado no período homólogo de 2006, em 0,5 pontos percentuais (p.p.), e igual ao observado no trimestre anterior.

A população desempregada foi estimada em 444,4 mil indivíduos, verificando-se um acréscimo de 6,5% (27 mil indivíduos), face ao trimestre homólogo, e um acréscimo de 0,9% (3,9 mil), em relação ao trimestre anterior.

O número de empregados também aumentou 0,3%, quando comparado com o mesmo trimestre de 2006, e 0,9%, relativamente ao trimestre passado, diz o INE.

Os resultados do inquérito ao emprego relativos ao terceiro trimestre indicam que a população activa em Portugal aumentou 0,7% (40 mil indivíduos) face ao trimestre homólogo de 2006 e 0,9% (49,5 mil) face ao trimestre anterior.

A taxa de actividade da população em idade activa (15 e mais anos) foi estimada em 62,9% no trimestre. Esta taxa subiu 0,3 pontos percentuais face ao trimestre homólogo de 2006 e 0,5 p.p. em relação ao trimestre anterior. A taxa de actividade das mulheres em idade activa foi de 56,6% e a dos homens foi de 69,8%.

A população empregada, num total de 5.200,3 mil indivíduos no terceiro trimestre de 2007, registou um acréscimo homólogo de 0,3% (13 mil indivíduos) e trimestral de 0,9% (45,7 mil).

A manutenção trimestral da taxa de desemprego resultou da variação trimestral da população desempregada (de 0,9%, abrangendo 3,9 mil indivíduos) ter sido igual à da população empregada (de 0,9%, abrangendo 45,7 mil indivíduos).
Carla Pinto Silva