Os Estados Unidos são a maior potência económica mundial. Localizam-se na parte Norte do continente Americano e fazem fronteira com o Canadá e com o México. É banhado por três oceanos: Pacífico, Ártico e Atlântico.

Fomos à procura dos números de que se faz a América e que fazem a América. Entre eles, o desemprego, o crescimento económico e a imigração.

 

50

Administrativamente, os Estados Unidos estão divididos em 50 estados, numa extensão territorial de 9.831.510 quilómetros quadrados. Os 50 estados administrativos estão representados na bandeira dos Estados Unidos pelas 50 estrelas brancas em fundo azul do canto superior esquerdo.

 

330.487.300

É o número de habitantes dos Estados Unidos, de acordo com estimativas do site censos.gov. O registo é de 23 de outubro, mas o “relógio” que mede a população dos EUA está em permanente alteração.

Estima-se que, a cada oito segundos, nasça uma criança em território norte-americano e que, a casa 12 segundos se registe um óbito.

Quanto à imigração, uma das grandes polémicas da governação Trump, haverá, de acordo com o mesmo site, uma nova entrada a casa 47 segundos.

De acordo com dados de 2019, o estado mais populoso dos EUA é a Califórnia, com 39.512,223 habitantes.

 

7,9%

É a taxa de desemprego nos EUA em setembro de 2020. Até fevereiro de 2020, o país apresentava uma taxa de desemprego a rondar os 3,5%. Com a pandemia, a oscilação do desemprego no país tem sido tremenda e chegou a ser de 14,7%, em abril deste ano. Desde este pico, tem apresentado uma descida progressiva e, de acordo com os últimos dados, que se referem precisamente a setembro, está nos 7,9%.

source: tradingeconomics.com

 

De acordo com o Bureau of Labour Statistics, o desemprego afeta mais as mulheres, cuja taxa de desemprego, em abril deste ano (quando se registou o pico por causa a pandemia), atingiu os 15,5% (a dos homens foi de 13%). E a população ativa de origem hispânica ou latina, cuja taxa de desemprego em abril foi de 18,9%.

Evolução da taxa de desemprego nos EUA, nos últimos 20 anos (Bureau of Labour Statistics)

31,4%

Foi a queda da economia norte-americana no segundo trimestre deste ano. Prevê-se que a queda se acentue e os próximos dados a serem revelados mostrem um afundanço de 32,9%.

É a maior contração de sempre na economia dos Estados Unidos. Uma recessão provocada pela pandemia, que obrigou ao encerramento de muitos negócios, sobretudo na área da restauração, e fábricas

source: tradingeconomics.com

 

21.427,70 biliões de dólares

É o valor do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos em 2019. É o número que torna o país na maior economia do mundo, muito acima da China (14.342,90 biliões). De acordo com o Trading Economics, o valor do PIB dos EUA representa quase 18% da economia mundial.

Para 2020, prevê-se uma queda acentuada desse valor, como acontece, aliás com todas as economias mundiais.  


source: tradingeconomics.com

44.800.000

É o número de imigrantes nos Estados Unidos, de acordo com o Pew Reserch Center . São dados referentes a 2018.

A origem dos imigrantes nos EUA é muito diversa, sendo que quase todos os países no mundo têm nativos emigrados nos Estados Unidos. Mas a maioria (cerca de metade) dos imigrantes são provenientes do México ou de outros países da América Latina.

Portugal tem um número expressivo de portugueses ou luso-descendentes emigrados nos EUA. Atualmente a população luso-americana ultrapassa um milhão de pessoas, sendo a maior concentração no estado da Califórnia, que tem 330.974 de origem portuguesa (1% da população do estado). Há lusodescendentes em todos os estados norte-americanos, mas com maior expressividade em Massachusetts, Rhode Island e Nova Jérsia.

Comunidade portuguesa em Palm Beach (Lusa/ MÁRIO CRUZ)

 

De acordo com estimativas do Pew Reserch Center, em 2017 (um ano após a eleição de Trump), havia mais de 10 milhões de ilegais nos Estados Unidos, incluindo aqueles que aguardavam decisões sobre processos de asilo ou de deportação.  

Em 2017, estimava-se que 23% dos imigrantes nos EUA fossem ilegais (fonte: Pew Reserch Center)

8 455 267

Número total de casos de covid-19 registados desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, registaram 1.035 mortos por covid-19, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Com este balanço, o país atingiu os 222.965 óbitos.

Nova Iorque é o estado com maior número de óbitos (33.377). Só na cidade de Nova Iorque morreram 23.955 pessoas.

 

Manuela Micael